21 de novembro de 2015

SÉRIE - NA COMPANHIA DE ASSASSINOS - O RETORNO DE IZABEL - #02 - J. A. REDMERSKI


SÉRIE - NA COMPANHIA DE ASSASSINOS - O RETORNO DE IZABEL - LIVRO 02 - J. A. REDMERSKI



Determinada a levar o mesmo estilo de vida do assassino que a libertou do cativeiro, Sarai resolve sair sozinha em missão, com o propósito de matar o sádico e corrupto empresário Arthur Hamburg. No entanto, sem habilidades nem treinamento, os acontecimentos passam muito longe de sair como o planejado. Em perigo, Sarai nem acredita quando Victor Faust aparece para salvá-la — de novo. Apesar de irritado pelas atitudes inconsequentes dela, ele logo percebe que a garota não vai desistir de seus objetivos. Então não há outra opção para ele a não ser treiná-la. Com tamanha proximidade, para eles é impossível resistir à atração explosiva. Nem Victor nem Sarai podem disfarçar o que sentem, ou negar o desejo que os une. No entanto, depois de tantos anos de sofrimento e tantas cicatrizes emocionais, será que eles conseguirão lidar com um sentimento como amor? Só que Sarai — novamente na pele de Izabel Seyfried — ainda terá que passar por um último teste; um teste para provar se conseguirá viver ao lado de Victor, mas que, ao mesmo tempo, poderá fazê-la questionar os próprios sentimentos e tudo que sabe sobre esse homem.



NOTA SOBRE O LIVRO:

Oito meses se passaram e Sarai havia tomado uma decisão: Matar Arthur Hamburg, mas o problema nisso tudo é que Sarai não possui nenhuma experiência como assassina profissional para que tudo saia conforme sua vontade. Para complicar ainda mais sua situação, ela acaba viajando para Los Angeles na companhia de duas pessoas que nada tem a ver com a criminalidade. Dentre estas pessoas está Eric, um rapaz com quem ela acabou se relacionando para "esquecer" Victor. Sempre digo que é mais fácil conviver com a verdade do que com as mentiras, pois ela não pode vacilar e muito menos cair em contradição com todas as histórias que ela criou até aqui para o então namorado e para a amiga. Todas as mentiras criadas foram de certa forma necessárias para proteger as pessoas a sua volta, mas nada foi suficiente já que ela cometeu um grande erro ao agir sem medir as consequências, entretanto, para sua sorte, agora ela está sob a proteção de Victor, que apesar de ser um homem treinado e criado para o mal, acabou se afeiçoando a Sarai e tenta de tudo para protegê-la. A química e o desejo que sentem um pelo outro é bem forte.

Sarai cresceu no meio da bandidagem, no meio da maldade, então, para ela, continuar na criminalidade não a amedronta, ainda mais se for para viver ao lado do homem que ela ama. Também é válido ressaltar que a sede de "vingança", o desejo de cometer "justiça" com as próprias mãos e derramar sangue seja algo que Sarai realmente goste. Ela não é uma mulher comum e não se sente traumatizada pelos anos de cativeiro, ao contrário, ela é até certo ponto determinada, mesmo que inexperiente e muitas vezes infantil e irritante. Em alguns momentos fiquei me perguntando onde foi que me perdi, pois apesar de Hamburg não ser um homem do bem, ela não tinha nenhum motivo concreto para querer matá-lo. Nesse ponto achei que o argumento da autora não me convenceu muito.

Após resgatar Sarai, Victor segue para a casa de Fredrik, em busca de refúgio. Aliás, Fredrik tem seus "mistérios", mas até aqui (pelo menos) parece estar ao lado de Victor e demonstra simpatizar com Sarai. Claro que ele nota a química que rola entre os dois, mas ele não se mete. Inclusive, é interessante ver que em alguns momentos Victor sinta ciúmes de Sarai, e que ele não tenta mais esconder seus desejos e decide mantê-la por perto, protegida e sua... Sarai quer seguir com Victor, mas aquele "Q" de infantilidade dela faz com que ela questione demais e teime demais com coisas que não tem nada a ver. Ela quer que Victor a treine, mas ela não é capaz de compreender as instruções dele. Teimosa pra kct!

Uma particularidade: Este não é um romance romântico, as cenas de assassinatos são constantes, Victor mata a sangue frio e eles falam em mortes como se matar uma pessoa fosse a coisa mais comum do mundo, mesmo as "vítimas" não sendo flores para se cheirar. Entretanto ao ler o livro a gente acaba simpatizando com Victor, tendo vontade de dar uns tapas em Sarai e torcendo por eles. Fredrik também se torna muito interessante a medida que vamos convivendo com ele. É como se eles fossem os mocinhos e os outros os bandidos cruéis. Os inimigos deles acabam sendo nossos inimigos também! Victor acaba cativando por sua personalidade máscula, viril, sanguinária e fofa. Contraditório esse "fofo"? Sim, mas é verdade, porque a gente se encanta por ele realmente.

O grande problema de Sarai é quando ela cisma que o que ela quer e o que ela pensa que é o certo é que tem que prevalecer. Ai sai de baixo, dá vontade de jogar o livro na parede. Fico um pouco cansada dessa fórmula onde as mocinhas acabam se achando sempre as donas de verdade mesmo quando estão fazendo merda. Sinceramente eu adorei o primeiro livro, mas este confesso que está um pouco custoso. Começo a temer que este seja também um problema na autora. A mesma coisa aconteceu com os livros "Entre o agora e o nunca" e "Entre o agora e o sempre", onde eu achei o primeiro livro formidável, mas o segundo totalmente desnecessário e cansativo. As vezes acho que continuações são desnecessárias. É o que eu achei desse livro também! Não vi necessidade alguma de continuação. Creio que se no primeiro livro ela tivesse esticado um pouco mais nos desfechos finais, teria sido perfeito.

Com relação ao Victor, no desenrolar da história eu achei que a autora fez com que ele perdesse um pouco da essência do primeiro livro, tornando-o muito complacente com a Sarai, mas acredito que ela tenha feito isso quando ele se apaixonou por ela, embora não tenha fica muito evidente para ele, ou, que ele não tenha assumido para si próprio os seus sentimentos e a sua necessidade de proteger Sarai.

Ao que tudo indica, o foco em Sarai e Victor se encerra por aqui, já que o próximo livro contará a História de Fredrik. O Cisne e o Chacal! Pelo que conhecemos dele aqui nessa história, tudo leva a crer que a história será bem interessante.


ONDE COMPRAR O LIVRO:

Saraiva
Americanas
Submarino

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!