24 de agosto de 2015

LIVRO - ALUGA-SE UM NOIVO - OS DI PIAZZI - #01 - CLARA DE ASSIS


ALUGA-SE UM NOIVO - OS DI PIAZZI - LIVRO 01 - THÉO - CLARA DE ASSIS


Nada poderia ter afetado tanto Débora Albuquerque quanto ter de enfrentar seu ex-namorado, João, como padrinho de casamento de seu irmão. Como se não bastasse, acompanhado por sua nova namorada, ninguém menos que Letícia, a quem Débora um dia chamou de amiga. 
A situação já parecia bastante ruim, quando Débora teve a brilhante ideia de surgir na festa, muito bem acompanhada. Para tanto, acordou com um garoto de programa, Théo, para que fizesse a vez de namorado e juntos seriam o casal mais feliz do Mundo. Por sorte, ou não, a inseparável melhor amiga de Débora, Carol, resolveu dar uma mãozinha e o que antes era uma loucura, tornou-se algo mais complicado que nunca, de namorado a noivo, num piscar de olhos. 
Débora, carioca, balzaquiana, estava disposta a pagar quanto fosse para não aparecer sozinha na festa. Théo seria o namorado ideal, lindo, sofisticado, com sotaque italiano e extremamente sedutor. O plano era perfeito, mas Débora se apaixonou...


NOTA SOBRE O LIVRO:

Escolhi este livro como releitura para companhia do final de semana. Já havia lido a história há algum tempo atrás, mas estava curiosa para saber quais tinham sido as mudanças e o final diferente da edição final. Confesso que gostei muito mais desta segunda leitura e por isso, passei o domingo todo lendo. Apenas os últimos 20% de leitura ficou para concluir hoje, data em que estou publicando aqui para vocês.

Em Aluga-se um noivo Débora nos conta como surgiu a necessidade de contratar um acompanhante para o casamento de seu irmão. Toda essa confusão aconteceu porque o irmão de Débora iria se casar com Luíza, mas, para desgraça de Débora, seu ex-namorado João havia sido convidado para ser o padrinho do rapaz, juntamente com sua atual namorada. O problema é que Débora não teria que "enfrentar" apenas o ex-namorado, mas sim, ele com Letícia, que nos tempos de outrora havia sido amiga de faculdade de Débora e a quem esta um dia chamou de amiga. Ironia do destino ou uma cagada do irmão da garota?

Como cúmplice dessa história maluca de contratar um acompanhante, Débora tinha a amiga Carol. Juntas elas aprontaram várias presepadas e juntas são muito engraçadas. Podemos dizer que este seja um dos inúmeros livros da linha click-it que fazem o maior sucesso dentre os leitores, pois, além de contar uma história com uma pegada romântica e um tanto sensual, ainda temos muitas situações engraçadas do tipo "não, isso não foi dito" ou "não, isso não aconteceu", então, nessa linha, seguimos com os acontecimentos de fato.

Foi justamente por isso que Débora acabou conhecendo Théo em um anúncio onde ela procurava por um Garoto de Programa. Sua intenção não era aparecer simplesmente com alguém a tira-colo no dia do casamento do irmão, mas sim, fazer as pessoas acreditarem que ela já estava com alguém antes do evento. O problema foi que Carol, com seu jeito nada atrapalhado acabou criando uma situação irreversível, onde o namorado passou a ser o noivo. Esse era o plano... convencer as pessoas e principalmente João, de que ela tinha se dado bem e encontrado alguém melhor que ele... Hahahaha e não é que Théo reunia todos esses predicados? Lindo, elegante, gracioso, inteligente e ainda tinha aquele sotaque italiano dos infernos de fazer qualquer calcinha escorregar... Como diz na própria sinopse: "O plano era perfeito, mas Débora se apaixonou..." E agora?

E agora que a convivência de Débora e Théo passou a ser mais frequente em virtude de toda aquela confusão de namorado e agora noivo, mas Débora estava completamente confusa, sentindo-se muito perdida, pois ela já havia se dado conta de que estava apaixonada por Théo. O grande problema para ela, era que como ela estava "pagando" pelo "serviço" de Théo, ela deduzia que tudo o que ele fazia era apenas em função do dinheiro que eles haviam combinado. A tensão sexual entre eles era praticamente palpável. Théo dava claras demonstrações de que estava muito interessado em Débora. Não é pra menos, pois a garota era um monumento. Corpão, pernão, bundão. Ela ficava impressionada com tudo que estava relacionado a ele... cheiro, roupas, gostos, comportamento, tudo... mas não conseguia se jogar naquela relação, nem mesmo de forma "comercial".


"tem aproximadamente 1,90 de altura, é forte, atlético, meio loirinho, olhos castanhos, mais para amendoados e tem um sinalzinho discreto no lado direito do lábio superior, braços musculosos, peitoral largo, seguido por um abdome definido, as coxas são grossas e torneadas e..."

Débora conseguia definir Théo nos mínimos detalhes... Ele era um homem extremamente lindo mesmo, muito inteligente e mais, o conhecimento que ele tinha do corpo e do comportamento das mulheres deixava evidente o quanto ele era bom no "negócio". Ele não demonstrava o menor constrangimento diante de Débora e falava abertamente sobre como ela agia, deixando-a ainda mais constrangida. As pessoas a sua volta estavam convencidas do relacionamento deles, mas justamente porque ela havia feito aquele "negócio", ela imaginava que ele estava apenas interpretando muito bem o seu papel. Droga! Débora acorda!

Finalmente chegou o dia de partirem para Penedo, onde aconteceria o casamento de Júnior, o irmão de Débora. Preparem seus corações, pois, se até aqui a gente já devora o livro, de agora em diante é humanamente impossível largar. Os primeiros 50% do livro eu li em apenas uma tarde! Nem na hora de comer eu conseguia largar o kindle. Detalhe: até aqui também, Théo, mesmo com todo seu mistério sobre quem ele realmente era e o que ele fazia exatamente, já estava dando todos os indícios do quanto ele estava afim de verdade da Débora, mas ela, tresloucada e insegura, não notava os sinais.

Lembram do João e da Letícia? Sim, eles mesmos. O ex-namorado e a ex-amiga da Débora! Então, dizer que ambos estavam morrendo de inveja e ciúmes do "noivo" dela é até um pecado. Ela porque simplesmente ficou babando em Théo e ele porque não passava nem perto da sombra do bonitão. O problema que com isso, o inseto (ai odeio caras babacas assim) se achou no direito de "se arrepender" e querer uma nova chance. Ridículo né? Já na relação de Débora com Théo, o que mais pesava eram as conclusões que ela tirava de tudo o que acontecia ou de tudo o que ele dizia. Da parte dele, como ele acaba sempre protelando a "conversa" que precisavam ter, isso só alimentava as caraminholas de Débora.

O desenrolar da história foi bem construído e com certeza cativa o leitor. A história flui bem e te deixa com aquele gosto de quero mais e quando você se dá conta, praticamente leu todo livro. A pergunta que não quer calar? Sim, a identidade de Théo foi desvendada no tempo certo, Débora amadureceu consideravelmente depois do casamento do irmão e isso fez com que a história ganhasse um novo visual. Não dá pra falar mito a respeito do que acontece depois, porque vou acabar revelando o que acontece e ai, certamente, perderá todo o encanto da leitura.

É uma leitura que eu recomendo sim, a história tem um conteúdo erótico intenso, muitas cenas engraçadas, situações interessantes e um romance agradável.


ONDE COMPRAR O LIVRO:

Quem quiser adquirir o livro no FORMATO FÍSICO deve enviar um e-mail para a autora no endereço a seguir, solicitando informações.

Autora: Clara de Assis => e-mail: claracis18@gmail.com (lembre-se de colocar no assunto sempre: Ref. Aluga-se um noivo Impresso"

Clique aqui e adquira o seu ebook. PREÇO SUPER EM CONTA!

Em breve teremos o livro 02 desta história. Tudo o que posso adiantar neste momento é que a autora já está trabalhando no livro dois e, como todos nós sabemos a dedicação que ela tem para com seus leitores e a qualidade dos produtos, tudo será sempre feito com o melhor que nós esperamos. Fiquem de olho aqui que sempre que tiver notícias vocês serão avisados! 

2 comentários:

TAMATETE disse...

Eu simplesmente amo esse livro..Super divertido eu ri demais kkkkk....Um dos meus favoritos...Parabéns pela Resena...Fiquei com vontade de reler :)

Grazi disse...

Amei o livro, tenho o e-book e o físico. Super recomendo!

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!