8 de julho de 2015

LIVRO - BELEZA PERDIDA - AMY HARMON

BELEZA PERDIDA - AMY HARMON

Ambrose Young é lindo — alto e musculoso, com cabelos que chegam aos ombros e olhos penetrantes. O tipo de beleza que poderia figurar na capa de um romance, e Fern Taylor saberia, pois devora esse tipo de livro desde os treze anos. Mas, por ele ser tão bonito, Fern nunca imaginou que poderia ter Ambrose… até tudo na vida dele mudar.

Beleza perdida é a história de uma cidadezinha onde cinco jovens vão para a guerra e apenas um retorna. É uma história sobre perdas — perda coletiva, perda individual, perda da beleza, perda de vidas, perda de identidade, mas também ganhos incalculáveis. É um conto sobre o amor inabalável de uma garota por um guerreiro ferido.

Este é um livro profundo e emocionante sobre a amizade que supera a tristeza, sobre o heroísmo que desafia as definições comuns, além de uma releitura moderna de A Bela e a Fera, que nos faz descobrir que há tanto beleza quanto ferocidade em todos nós.


NOTA SOBRE O LIVRO:

O livro foi lançado agora em meados do dia 09/06/2015 e já passa de 1200 leituras no Skoob. Comprei meu exemplar nos últimos dias e sem pensar duas vezes resolvi passá-lo na frente de várias outras leituras, porque a frase que eu mais ouço sobre esse livro é que "ele é maravilhoso". Então, resolvi conferir. 

A autora narra a história, que acontece em terceira pessoa, alternando entre o ano de 2001 alguns outros anos aleatórios, mas sempre contando a trajetória de Ambrose Youg, Fern Taylor e Bailey Shenn. Além deles havia outros personagens, que eram os amigos de Ambrose e a amiga de Fern.


Ambrose Young era um lindo jovem esportista que Fern Taylor admirava desde sempre e que nunca tinha dado importância ou crédito a ela... Apesar de ser um jovem musculoso, alto, forte, bonito e com pinta de modelo, aos 14 anos de idade ele resolveu ficar com seu pai de criação na pequena cidade de Hannah Lake, onde se criou, enquanto sua mãe corria atrás de seu pai biológico. Sim, aquele pai que não quis saber do filho quando a namorada engravidou, mas que ela nunca esqueceu.


Fern Taylor era a garota que sabia que não era bonita e que todos a sua volta também sabiam, quer dizer, era o que diziam. Talvez por seus cabelos ruivos indomados, pelos óculos de grau imensos e pelo aparelho nos dentes, além, claro, de roupas que nada valorizavam seu corpo. Vejam, nada era prova concreta de inexistência de beleza, mas era assim que Fern se via e, como Bailey dizia, ela sofria da "Síndrome da Garota Feia" e que para compensar esta falha, esbanjava inteligência. Ela tinha uma amizade especial com Bailey Sheen, seu primo, e por mais que divergissem em alguns aspectos, estavam sempre juntos e se gostavam de verdade. Bailey Sheen era um garoto especial que sofria de uma "distrofia muscular de Duchene" e por este motivo dependia de uma cadeira de rodas para se locomover. Posso dizer que Fern era "as pernas" e "os braços" de Bailey. Ambos eram praticamente dignos de piedade das pessoas, incluindo as mães de ambos e os amigos do colégio. Rita, que era a amiga de Fern, era a "gostosona" do colégio, mas apenas isso e mais nada. Quando ela se interessou por Ambrose foi Fern quem a ajudou com as cartas para seduzir e conquistar o garoto, mas o relacionamento não durou muito, já que Ambrose percebeu que a garota das cartas e Rita não eram a mesma pessoa e o relacionamento acabou. Bailey também nutria sentimentos por Rita, mas quando é que a garota popular daria chance ao "cadeirante"? 

Na manhã do dia 11/09/2011, todos assistiram atônitos ao ataque dos aviões contra as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York. Com esta informação você deve estar se perguntando: "Qual a ligação dessa tragédia com a história do livro?" E eu te respondo... Naquele dia da queda das torres Ambrose assistia ao desmoronamento pela TV e não conseguia contato com sua mãe, que trabalhava na Torre Norte... Pouco tempo depois Ambrose e seus amigos Grant, Beans, Jesse e Paulie se alistaram para o exército dos Estados Unidos para lutar na guerra contra o Iraque.
O que de cara é muito legal neste livro, é que você tem a sensação inicial de que ele seria mais um livro do gênero "New Adult", que contaria como a garota feia se apaixonou pelo cara lindo e de que forma eles poderiam terminar juntos, quando na realidade, ele traz uma mensagem muito bacana sobre o conflito interno de cada personagem. Claro que os personagens centrais aqui são Ambrose, Bailey e Fern enquanto os demais apenas complementam o cenário inicial, mas por traz de cada um há uma personalidade diferente. Ambrose veio se mostrando um rapaz diferente dos jovens da sua idade, mas o que mais me chamou atenção foi quando ele se deu conta que estava gostando da garota feia e isso aconteceu exatamente quando ele precisava partir para a guerra. Por mais que seus amigos estivessem sempre tirando sarro dele pelo fato de Fern gostar de Ambrose, ele não revidava e também não revelava que estava gostando dela.

Consideração 01: A autora teve o cuidado de não falar apena sobre Fern e Ambrose. Ela teve o cuidado de falar sobre os outros personagens e suas particularidades. 

Consideração 02: A autora tentou passar a mensagem de que beleza não é tudo, não é garantia de felicidade e muito menos de caráter. Isso é uma coisa que eu sempre pensei, pois tem pessoas que são muito bonitas (dentro do que a sociedade padroniza), mas são extremamente vazias e podres. Beleza está nos olhos de quem vê... de quem sente!!! Com isso quero dar o exemplo da Rita, amiga de Fern e Bailey. Ela era linda, mas era infeliz e também, ninguém a respeitava, pois ela própria não se dava o devido respeito. Ela pensava que "a sua beleza" era o passaporte da felicidade. Quando chegar o momento em que a autora falar sobre ela, você vai perceber o quanto ela era fraca e vazia, além das consequências que acabou acontecendo. 


SPOILER 
SPOILER 

"Ambrose se perguntava o que seus amigos pensariam se soubessem que ele tinha beijado Fern. Beijado de verdade. Sabendo muito bem quem estava beijando. Sem necessidade de subterfúgios. Ou de burcas. Ele ficou se perguntando, distraído, se a burca era uma ideia tão ruim assim. Talvez mais caras tomassem decisões melhores se não estivessem distraídos pela embalagem. Aliás, talvez os homens também devessem usar. Claro, sua própria embalagem sempre tinha trabalhado a seu favor. 
Ambrose ponderou se Fern ia desejá-lo se ele fosse embalado de forma diferente. Ele sabia que Rita não ia. Não que ela não fosse uma boa moça, mas eles não tinham nada em comum. Bastava tirar a atração física mútua e não sobrava mais nada. 
Com Fern, havia a possibilidade de muito mais. Pelo menos as cartas o faziam pensar que sim. Sua temporada de serviços no exército terminaria em dois meses. Ele decidiu que, quando chegasse em casa, ia descobrir. Mas seus amigos nunca esqueceriam aquela história. Eles o atormentariam para o resto da vida. Ele suspirou e verificou a arma pela enésima vez, desejando que o dia acabasse." 

Faltava apenas um mês para a missão deles no Iraque terminar. Naquele dia os cinco rapazes deveriam fazer apenas uma patrulha de rotina e retornar para a base, mas eles foram atingidos por uma bomba de dos cinco, apenas Ambrose se salvou, quer dizer, ficou vivo, mas totalmente devastado e transfigurado. Quando Fern recebeu a noticia, a primeira coisa que ela pensou foi em Marley, a namorada de Jesse e que eles iriam se casar até se dar conta de que não havia recebido notícias sobre Ambrose. Seria muito egoísmo de sua parte pensar apenas que ele estava vivo? Vivo por quanto tempo, afinal, seu estado não era nada bom! 

Famílias destruídas, corações devastados, pais arrasados e muita dor. Quatro jovens que perderam a vida lutando para defender seu país. Para defender os Estados Unidos. Ambrose precisou de muito tempo para se recuperar, mas haviam os rumores de que ele havia ficado com o rosto desfigurado devido ao ataque sofrido. Mesmo depois de voltar para casa ninguém tinha visto Ambrose, que recusava inclusive receber a visita de Bailey e do treinador Sheen. E assim o tempo foi passando com Fern tentando se aproximar de alguma forma e Ambrose tentando se esconder de outra. É fácil entender a reação dele quando tudo em sua vida também havia desmoronado. Ele perdeu os quatro amigos de uma única e brutal vez além de perder uma visão e parte da audição. Ambrose havia tido a sua "beleza perdida". 

"Nossas duvidas são traidoras E nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar Pelo simples medo de tentar" 

Ambrose havia criado uma barreira protetora e coube exclusivamente a Fern destruí-la. Ambrose estava realmente desfigurado, mas seu caráter não mudou. Fern não era mais aquela menina feia, havia mudado um pouco e melhorado bem, mas seu caráter e sua dignidade ainda era o que ela mantinha de melhor. Rita continuava sendo linda e gostosa, mas era tão fraca quanto um fio de cabelo. Estava em uma vida frustrada e acabada porque sua beleza não havia sido suficiente para fazê-la feliz e Becker, que também era belo, continuava sendo um tremendo mau elemento. 

Consideração 03: Quando eu digo que Ambrose teve o rosto desfigurado, não estou dizendo que ele se transformou em um "monstro" e que está irreconhecível. Infelizmente devido aos estilhaços da bomba, ele teve parte do seu rosto destruído, então, nada mais justo que ele se sentisse assim, assustador. Eu acredito que tenha sido em função disso que ele tenha tentado se afastar de Fern, ou melhor, afastá-la dele, mas no fundo ele sabia que ela fazia bem para ele. Eles ainda contavam com o incentivo de Bailey, que gostava demais de Ambrose e torcia para que eles ficassem juntos. 


SPOILER 
SPOILER 

"os nervos de Fern entraram em colapso, o ímpeto de raiva obviamente lhe dando coragem para revelar coisas que ela, de outra maneira, nunca teria revelado. Ela agarrou o braço de Ambrose e exigiu que ele encontrasse o seu olhar. 
- Eu sou apaixonada por você desde que você me ajudou a enterrar aquela aranha no meu jardim e cantou comigo como se estivéssemos cantando "Amazing Grace" em dez de "Dona Aranha". Eu te amo desde que você citou Hamlet como se o entendesse, desde que você disse que gostava mais de roda-gigante do que de montanha-russa, porque a vida não devia ser vivida a toda velocidade, mas ser apreciada com expectativa. Eu li e reli todas as suas cartas para a Rita, porque sentia como se você tivesse aberto uma pequena janela para a sua alma e a luz derramava em cada palavra. Elas nem eram para mim, mas não importava. eu amei cada palavra, cada pensamento, e eu te amei... tanto." 

Certamente depois destas palavras Ambrose jamais seria o mesmo... 

Consideração 04: Bailey é um exemplo de superação, não só para Ambrose ou Fern, mas para todos nós, pois ele demonstra garra e determinação, ele demonstra vontade de viver mesmo quando sabemos que ele era cheio de limitações. Uma pessoa que depende 100% de outra para comer, escovar os dentes, fazer suas necessidades fisiológicas, se virar na cama e até mesmo o simples ato de assoar o nariz, e tudo isso, por conta de sua doença. Quer exemplo melhor do que esse para cada um de nós que passa o dia reclamando do trânsito, do frio, do calor, do ônibus ou do metro lotado, da fila no supermercado, da falta de vagas boas no shopping. Paremos para refletir sobre isso! Eu estou tentando parar... tentado me recuperar do tapa na cara com luva de pelica! 

Realmente este livro correspondeu a todas as minhas expectativas. Quando ouvi dizer que ele era maravilhoso, eu imaginei que seria em função de uma linda história de amor, mas no meu ponto de vista ele é maravilhoso por toda mensagem que ele transmite, não só pela história de amor entre um garoto e uma garota. Por toda emoção que eu senti quando mergulhei na história. Pelo tanto que torci pela Fern e pelo Ambrose. Sem contar no carisma que Bailey passou o tempo todo! Falando em amor, você sentirá que o verdadeiro amor não é apenas aquele entre um homem e uma mulher, mas entre amigos, entre seres humanos de bons corações!

Para encerrar minhas considerações por esta história, quero fazer uma pergunta... Por que você ama essa pessoa que você ama? Você ama pelo que ela é e pelo que ela faz por você e com você ou você ama simplesmente a aparência que essa pessoa tem?

#FicaDica sobre uma história que fará você viajar e refletir sobre... uma beleza perdida


ONDE COMPRAR O LIVRO:

Saraiva (fisico) ou Saraiva (ebook p/ Lev)
Amazon (fisico) ou Amazon (ebook)

1 comentários:

valleria avelar disse...

Morrida com o que eu li... Fe, agora mesmo desidratando quero ler. adorei suas considerações, e o último spoiler, meu Deus... Ploft.

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!