4 de janeiro de 2015

LIVRO - E-MAIL.COM - LUCI NÓBREGA


E-MAIL.COM - O ENCONTRO - LUCI NÓBREGA

Catarina e Heitor são dois jovens com muitos sonhos que fazem muitas juras de amor. Casam-se, querendo que esse amor se perpetue, mas os mistérios da mente humana mudam essa história que parecia ter um final feliz, passando a ter dias, meses de momentos de opressão, crueldade, violência física e psicológica. 

Rosas, brancas e vermelhas. Um enigma a ser revelado. Objetos que demonstram a face doentia de uma pessoa, o seu descontrole quando não consegue mais dominar sua vítima. 

Catarina desacredita que possa amar novamente, até que um e-mail, engano ou não, mudará para sempre sua vida. Fernando, autor desse e-mail, mostrará à Catarina o significado do amor, o Sempre. Momentos de amor e emoções farão com que o leitor reflita sobre a relação de ciúmes, controle e obsessão dentro de um relacionamento. Os danos causados por uma mente doentia. Mais uma vez, será o amor a mudar toda essa história e resgatar a alegria de viver.


NOTA SOBRE O LIVRO: 

Apresento a vocês o novo livro da escritora Luci Nóbrega. Luci é licenciada em português, inglês e literatura. Pós graduada em Docência do Ensino Superior e "Contadora de Histórias" para crianças, adolescentes e adultos. A professora acredita que a educação pode ser dada de forma prazerosa e que a literatura é capaz de transformar as pessoas. Ela acredita e eu também. Somente quando as pessoas se renderem de verdade ao hábito de ler é que poderão se tornarem pessoas melhores, inclusive para si mesmas.

A escritora Luci tem um diferencial que eu gosto demais, que é o jeito que ela tem de citar coisas do cotidiano, exemplos, situações e ensinamentos através de suas histórias. Neste livro ela conta a história de Caratina e Heitor. Catarina é uma mulher batalhadora, inteligente, educada, gentil e muito competente. Ela sempre busca ver o lado bom das coisas enquanto Heitor, apesar de lindo, sensual, bonito e rico, é um homem perturbado, agressivo, ciumento e cínico. Toda vez que ele apronta seus vexames, se faz de vítima, de arrependido e jura nunca mais repetir tais feitos. Aos poucos ele começa dar sinais de piora e Catarina se vê em um beco sem saída. Ela não sabe como agir ou como se defender.

Sim, através das rosas vermelhas e brancas vocês vão perceber sinais, indícios e um mistério por trás destes atos. Nas primeiras vezes a gente associa o simbolismo apenas ao ato de se redimir, mas você vai ficar extremamente intrigada(o) quando a mãe de Heitor fizer um comentário sobre o tema. O que parece ser apenas mais uma história de amor, problemas do cotidiano e um recomeço pode trazer respostas e esclarecimentos para a sua vida ou até mesmo para a vida de pessoas que convivam com você e que você nem imagina que passem pela mesma situação.

A história é tão envolvente que você não consegue parar de ler. Eu comecei a ler o livro enquanto aguardava o lava-rápido terminar de dar um trato no meu carro, afinal, final de férias pede um talento no possante e só parei quando ele ficou pronto. Claro que voltei voando pra casa para terminar de ler e vir correndo contar para vocês que a história é deliciosa e que vocês não podem perder. Adicionem também a leitura na sua Estante Skoob.

A medida em que você vai avançando na leitura e tomando conhecimento dos fatos, você se sente completamente envolvida(o) e tem vontade de entrar na história para interromper as maldades. Eu, como mulher, me sinto com nojo de homens com esse tipo de comportamento agressivo, com tanto complexo de inferioridade. Homens sem caráter que precisam usar de violência verbal e psicológica para se sentirem "homens", isso quando ainda não usam de violência física. Eu não consigo ser imparcial nestas horas e a minha vontade é de ver um imbecil desse levando uma surra de cinta que deixe seu corpo todo marcado. Depois, nos vergões passar pimenta malagueta... Aaaaaaaai que ódio que me dá! Concordo que pessoas assim são doentes e que precisam de um tratamento severo para cura, mas a gente se deixa levar mesmo pelos sentimentos. Novamente tento ser imparcial no julgamento do personagem, mas não consigo. Eu já suspeitava da atitude da mãe de Heitor com relação ao episódio das flores e agora, estou mais do que certa. Em alguns casos, o problema se agrava, pois os pais acabam protegendo e acobertando o erro dos filhos para preservá-los.

"Por mais que um filho esteja errado, a mãe irá sempre proteger esse filho. O que posso dizer? Sinto muito." (Hilda)

Macacos me mordam! Eu tento entender o lado da mãe, mas será que essa mãe sabe se colocar no lugar de quem está sendo lesado pelo seu filho? Como ela se sentiria se a situação fosse inversa? Meu Deus, até quando as pessoas serão capazes de negligenciar tais atos? Essa mãe teme pelo filho, mas não teme pelo que ele provoca nas outras pessoas? Acredito que este livro da Luci serve de grande ensinamento inclusive para pais que precisam ajudar seus filhos, seja ele o agressor ou o agredido.


"A agressão psicológica começa com uma simples palavra depreciativa, com a necessidade de controle ou dominação sobre a pessoa; (...) Atribui à vítima toda a culpa por ter agido de maneira extrema e violenta, fazendo com que sua vítima se sinta inferior e incompetente. (...) O prazer que estas pessoas possuem em produzir sentimentos negativos em outra pessoa está relacionado ao seu próprio estado emocional." (Autora)


Adorei esta explicação da autora, pois quantas vezes em nossas vidas nos deparamos com situações onde alguém tenta nos diminuir, nos humilhar ou simplesmente nos deixar de baixo astral? Não necessariamente estas situações acontecem nos relacionamentos entre homens x mulheres. Eu posso dizer por experiência própria que já vivi situação semelhante com "amizades". Quantas vezes nos deparamos com pessoas que só sabem nos criticar, apontar nossos erros, subestimar nossa inteligência? Normalmente levamos um tempo para abrirmos os olhos diante destas situações e nos afastarmos! Tudo isso serve de alerta.

Superação, otimismo, força de vontade e coragem de enfrentar os problemas de frente. Eliminá-los sem temê-los. Creio que Catarina precisou de tudo isso para refazer sua vida. Quando menos esperava o destino, a vida ou seja lá qual força foi, colocou-a no caminho de Fernando. Ou será que Fernando é quem teve o destino alterado por força da sua vontade? E onde se encaixa do título do livro? Ele se encaixa exatamente na forma como Catarina e Fernando se conhecem, na forma como iniciam essa relação, além da reflexão da autora sobre o comportamento das pessoas diante da tecnologia. Para ambos, o "e-mail" é apenas uma ferramenta adicional ao trabalho que desenvolvem, mas é a partir deste meio de comunicação que eles darão esse passo inicial.

Fernando também é um homem comum, com problemas no dia-a-dia provenientes do seu passado, mas isso não o desestimula. Ao contrário, ele sabe que cometeu seus erros e agora está em busca da sua verdadeira felicidade.

Parabéns Luci pelo excelente trabalho e por esta história ser sensacional. Adorei demais! Tanto é que li em apenas um dia, em poucas horas e estou muito satisfeita com o resultado.

Aos leitores que gostam de acompanhar minhas notas sobre os livros, obrigada por estarem por perto e saibam que é um prazer recomendar o que há de melhor para vocês!

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!