30 de junho de 2019

SÉRIE - CROSSFIRE - PARA SEMPRE SUA - #03 - SYLVIA DAY

SÉRIE - CROSSFIRE - PARA SEMPRE SUA - LIVRO 03 - SYLVIA DAY


A partir do momento que conheci Gideon Cross, vi nele algo que precisava. Algo que não podia resistir. Eu vi a alma perigosa e danificada — muito parecida com a minha. Eu estava atraída por isso. Eu precisava dele, tanto quanto precisava que meu coração batesse.

Ninguém sabe o quanto ele arriscou por mim. O quanto fui ameaçada, ou quão sombria e desesperada a sombra de nosso passado se tornaria. 

Entrelaçados por nossos segredos, nós tentamos desafiar as probabilidades. Nós fizemos nossas próprias regras e nos rendemos completamente ao poder requintado da posse… 


NOTA SOBRE O LIVRO:

A primeira conclusão que chego com os personagens Eva e Gideon é que beleza e/ou dinheiro não são garantias de felicidade. Gideon é um homem profissionalmente completo, realizado e muito bem sucedido. Aos 28 anos conquistou um império, está entre os 25 homens mais ricos do mundo e além disso, esbanja beleza e sensualidade. Eva é uma mulher bonita, sexy, atraente e inteligente, também tem sua fortuna, mas é uma mulher insegura e incrédula em sua capacidade de "segurar" o homem que ama. Os algozes destes dois são seus respectivos traumas, que fortalecem as pessoas interessadas em separá-los. Ambos foram vítimas de violência sexual quando crianças. Gideon, desacreditado pela própria mãe e Eva, negligenciada pela sua, que hoje tenta a todo custo reparar seus erros, porém, de uma forma que mais sufoca do que agrada.

Juntos eles são fortes, são únicos, mas ao mesmo tempo, são inseguros. Ambos carregam um medo desmedido de perder e somente conseguem ter certeza sobre o status do relacionamento (bom ou ruim) pela intensidade do sexo. Tudo na vida deles se resumem a quantidade de vezes em que transam. O sexo é o termômetro e a base das pazes que eles sempre fazem.

Nathan agora é parte do passado e somente seu fantasma ainda interfere na relação dos dois, porém, ainda resta Corine e Brett. A jornalista Deanna Johnson também é uma pedra no sapato do casal. 

Devido aos acontecimentos relacionados a Nathan, a relação de Eva e Gideon ainda precisa ser mantida sob sigilo. A forma como terminou os dois primeiros livros é de cortar o coração. Reviver as brigas e o sofrimento deles não é nada fácil, mas aos poucos eles parecem estar se entendendo melhor. Ambos são ciumentos, cada um ao seu modo de reagir e se cobram mutuamente por confiança e sinceridade. Ambos são sinceros, são fiéis, mas sentem-se ainda responsáveis pelos parceiros do passado. Eva por Brett e Gideon por Corine, muito embora, assim como das vezes anteriores, continuo tendo certeza que Brett é um mal caráter. Corine é uma mulher ferida que sente na pele a perda do melhor homem, mas Brett é um cafajeste.

Os meio irmãos de Gideon também estão presentes. Christopher é insuportável, mas Ireland consegue ser cativante e Eva está conseguindo fazer com que Gideon se aproxime mais da menina. Aos poucos Eva está entendendo porque Gideon se mantém fisicamente e emocionalmente afastado as pessoas de sua "família". Ela também enfrentará, com eficiência, a mãe de Gideon. Cary está passando por uma fase difícil com Tatiana e que certamente abalará sua relação com Trey.

O destino agora é San Diego e vamos acompanhar tudo que vem por ai, pois deram um grande passo juntos, mas ninguém sabe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!