4 de junho de 2018

SÉRIE - THE ALIENIST (O ALIENISTA) - 1ª TEMPORADA

SÉRIE - THE ALIENIST (O ALIENISTA) - 1º TEMPORADA

Baseada no best-seller de Caleb Carr, The Alienist é um thriller psicológico que está ambientado na cidade de Nova York nos Estados Unidos no ano de 1896, em um período de grandes riquezas, grandes pobrezas e a inovação da tecnologia. No momento em que uma série de terríveis assassinatos de vários garotos prostitutos assombra toda a cidade, o mais novo nomeado Comissario da policia local chamado Theodore Roosevelt se encarrega de chamar o psicólogo criminal Dr. Laszlo Kreizler e também o jornalista/ilustrador John Moore para juntos conduzirem toda a investigação em total sigilo e tentar resolver o mais rápido possível tais crimes. 


NOTA SOBRE A SÉRIE:

"No século XIX, acreditava-se que pessoas que sofriam de doenças mentais estavam alienadas de sua verdadeira natureza. Especialistas que as estudavam eram conhecidos como alienistas." Com base nessa abertura da série damos início aos 10 capítulos desta primeira temporada.


Esta nova série da Netflix é baseada no romance policial de Caleb Car publicado em 1994. O Alienista trás Daniel Brühl, Dakona Fanning e Luke Evans como os personagens principais. A série retrata uma caçada a um Serial Killer dos anos 1890 (século XIX) em Nova York.

Um assassino está matando meninos pobres que se prostituem (sim, meninos) nas ruas e nos bordéis de Nova York, porém, não são mortes comuns. O que chama a atenção é a forma como esses crimes ocorrem, pois o assassino mutila os corpos, arranca os olhos e as partes íntimas dos meninos.

O "Alienista" Laszlo Keizler, (o médico das doenças mentais), deseja descobrir a lógica de tais crimes juntamente com Sarah Howard (a primeira mulher a trabalhar na polícia) e o ilustrador do the New York Times Jonh Moore (um tipo de fotógrafo).

A polícia é liderada por Theodore Roosevelt (o que se tornou o presidente dos Estados Unidos mais tarde), que aposta suas fichas nas investigações do médico e de seus amigos porém, Thomas Byrnes é um corrupto e adepto na proteção de membros do alto escalão da sociedade por interesses pessoais. O trio contraria a "falta de vontade" e "empenho" da polícia em desvendar estes crimes. 

O assassino segue alguns padrões, datas, eventos e alvos. Ele é realmente muito violento e as investigações levam ao entendimento de "suas razões". É como um jogo de quebra-cabeças. Quanto mais eles investigam, mais perto do assassino eles chegam, embora, chegam com certo atraso, pois novas vitimas estão surgindo. O Serial Killer parece estar sempre um passo à frente dos investigadores.

O final não foi tão surpreendente, mas foi até que dentro do imaginado.

[SPOILER]

O assassino finalmente foi encontrado, mas o motivo de seus crimes não foi desvendado. O médico acreditava que encontraria alguma anomalia física em seu cérebro, mas nada foi achado.

No meu conceito, merece nota 3. Uma boa série, mas que eu achei meio confusa, talvez até por ser um triller mais psicológico do que um romance policial, ainda mais porque certamente deverá haver continuação, com outros temas, outros caminhos... 

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!