31 de maio de 2018

SÉRIE - 13 REASONS WHY - 2º TEMPORADA

13 REASONS WHY - SEGUNDA TEMPORADA

A segunda temporada começa depois da morte de Hannah e do início das complicadas jornadas dos personagens em direção à cura e à recuperação. Liberty High se prepara para ir a julgamento, mas alguém não vai parar em nada para manter a verdade em torno da morte de Hannah escondida.


NOTA SOBRE A TEMPORADA:

13 Reasons Why é sem sombra de dúvidas uma das séries que mais gerou polêmicas no ano passado (2017, ano de sua estréia) justamente por abordar o impacto que o bulling causa da vida de alguns jovens, além de temas como estupro, homossexualismo, suicídio, depressão, drogas, bebidas e até mesmo a impunidade. 

Em novos 13 capítulos desta SEGUNDA TEMPORADA temos algumas revelações. 

Quando Hannah deixou as fitas, ela contou a história do seu ponto de vista, mas agora, os personagens envolvidos são chamados para depor em uma ação movida pela mãe de Hannah contra o colégio Liberty e é durante os depoimentos que estes personagens vão trazendo mais dados sobre a relação que tiveram com Hannah. 

Confesso que de certa forma eu considero o colégio culpado em partes, pois fica evidente que eles se omitiram (e se omitem ainda) com certas agressões que são causadas dentro das dependências do colégio, mas há realmente vários fatores que mexeram com Hannah. Eu me coloco no lugar da mãe de Hannah ouvindo tudo aquilo que era dito sobre sua filha. Coisas que eram distorcidas (talvez) e verdades que com certeza doeram muito, mas acho que o que a série quis mostrar é que nem todos são tão culpados ou tão inocentes, justamente para fortalecer a polêmica da série. 

Os depoimentos trazem também um pouco mais da personalidade de cada personagem. É através deles mesmos que passamos a conhecê-los um pouco melhor e ter um julgamento individual. Alguns conseguimos até a aprender a gostar enquanto que outros só conseguem fazer com que a raiva aumente, como é o caso de Brice, acusado de estupro, mas que por ser rico, praticamente saiu impune.

Como eu sempre digo que temas polêmicos geram mais polêmicas, a segunda temporada volta a mexer com isso, pois há uma grande oscilação de sentimentos no expectador como angústia, raiva, medo, decepção, revolta, desprezo e compaixão e o final da temporada consegue juntar todos esses sentimentos novamente nas cenas finais, mas o meu maior sentimento foi o de revolta mesmo, porque eu senti que a impunidade prevaleceu.

Há muitas cenas de violência, cenas fortes envolvendo drogas, bebidas, estupro, sexo e agressões físicas/emocionais, entretanto, há a sensibilidade do aviso de tudo isso em cada capítulo. Embora sejam cenas fortes, eu creio que seja válido os adolescentes assistirem sim e com isso tirarem proveito da situação para entenderem o que eles possam estar sofrendo ou até causando por aí a fora. A vulnerabilidade de cada personagem mostra que todos são/estão passíveis a tormentas pessoais...

No meu ponto de vista a série merece nota 5 estrelas e a Netflix está de parabéns mais uma vez...

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!