18 de setembro de 2017

FILME - DIRTY DANCING (2017)

FILME - DIRTY DANCING (REFILMAGEM)

Refilmagem do clássico de 1987 Dirty Dancing - Ritmo Quente, que levou Jennifer Grey e Patrick Swayze ao estrelato. Conta a história de uma jovem de família rica que se apaixona pelo instrutor de dança, pobre, do hotel em que está hospedada com os pais. 


NOTA SOBRE O FILME:

Dificilmente haverá alguém aqui que não viveu a febre e a paixão por Dirty Dancing (Ritmo Quente), que estreou em 1987. Na época eu tinha só 9 anos e o que mais me atraiu no filme foram as músicas e as danças... depois, com o passar dos anos e as reprises na sessão da tarde, as locações na locadora quando ganhei o primeiro vídeo cassete, fui me apaixonando pela história!

Há poucos dias estreou no "Now" (para assinantes da Net) a refilmagem de Dirty Dancing e este final de semana a locação estava por apenas R$ 11,90. Ainda não sei se gostei do filme, primeiro porque eu ficava esperando a aparição de "Baby" e "Jhonny Castle" nos corpos de Jennifer Grey e Patrick Swayze e segundo porque não sou muito favorável a remakes/refilmagens de grandes sucessos porque não tem como não comparar.

Até assistir ao filme eu não havia lido e nem pesquisado nada a respeito dele porque queria encontrar as diferenças e tirar minhas próprias conclusões. Algumas coisas realmente foram modificadas, algumas cenas alteradas. O Kellerman's Hotel tem o mesmo nome, mas claro, não é o mesmo cenário, a irmã de Baby (Lisa) não é tão alienada quanto a original, a mãe de Baby (Marjorie) também não é tão mosca morta assim e a família aparentemente feliz não é tão feliz assim, pois a relação dos pais de Baby anda bem desgastada. As músicas receberam outra roupagem, algumas são totalmente novas e as coreografias são diferentes também!

O ator Colt Prattes na pele de Jhonny Castle não conseguiu me convencer. Ele tenta fazer aquela cara de "bad", tenta requebrar e ser sensual, mas faltou alguma coisa. Abigail Breslin no papel de Baby também deixou a desejar! Ela não é desastrada como a original, ela não tem a graça e a inocência e até mesmo o gingado. São bons atores, mas não para esses papeis! Achei também que faltou um pouco de química!

Assista ao trailler agora!


Pesquisando mais a respeito dos dois filmes, encontrei uma curiosidade que diz que na biografia de Patrick, ele conta sobre o relacionamento conturbado com Jennifer Grey porque ele a considerava difícil e infantil. 

Essa cena que eu sempre achei que foi muito bem interpretada, na verdade, é uma cena real da irritação de Patrick e da mania de Jennifer de rir de tudo, de fazer piada... A cena não foi ensaiada.... kkkkkkkkkk


*************************** ATENÇÃO QUE AGORA É SPOILER PURO**********************************

No filme espetacularmente original o final é seguido pela famosa dança "(I've had)The time of my life" com uma coreografia deliciosa e ao final, o pai de Baby se rende ao caráter de Jhonny e fica subentendido que eles viveram felizes para sempre... juntos! Na refilmagem, o encerramento da temporada no resort se dá com o casal cantando e dançando... juntos, porém a coreografia é diferente! Além disso, ao término da dança a história da um pulo em alguns anos e Baby está assistindo a uma apresentação - na Broadway - estrelada por Jhonny! Quando eles se encontram fica claro que cada um seguiu seu caminho, mas que a chama da paixão ainda existe. Baby agora está casada, com uma filha e seu marido não demonstra nenhum ciúmes! Não! Não! Não! 
***************************************************************************************************************

Não consegui ainda digerir tudo isso e olha que passei o dia de hoje martelando tudo isso e pensando sobre tudo... Talvez, se não existisse o original e esse filme fosse feito exatamente agora, arrisco dizer que teria gostado sim, mas é impossível não comparar, por isso, dou três estrelas!


0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!