16 de abril de 2017

SÉRIE - 13 REASONS WHY (OS 13 PORQUÊS) - JAY ASHER

SÉRIE - 13 REASONS WHY (OS 13 PORQUES) - JAY ASHER

A série gira em torno de Clay Jensen, um estudante tímido do ensino médio, que encontra uma caixa na porta de sua casa. Ao abri-la, ele descobre que a caixa contém sete fitas cassete gravadas pela falecida Hannah Baker, sua colega que cometeu suicídio recentemente. Inicialmente, as fitas foram enviadas para um colega, com instruções para passá-las de um estudante para outro. Nas fitas, Hannah explica para treze pessoas como eles desempenharam um papel na sua morte, apresentando treze motivos que explicam porque ela se matou. Hannah deu uma cópia das fitas para Tony, um de seus colegas da escola, que avisa para as pessoas que, se elas não passarem as fitas, as cópias vazarão para todo mundo, o que poderia levar ao constrangimento público e vergonha de algumas pessoas, enquanto outros poderiam ser ridicularizados ou presos.


NOTA SOBRE A SÉRIE:

A série, originada pelo livro (traduzido para o português) "Os 13 Porquês" de Jay Asher chegou ao Brasil pelo Netflix em 30/03/2017 e tem feito muito sucesso. Certamente depois da série o livro terá uma vendagem bem maior e muita procura, até porque, creio que muita gente quer saber o que acontece depois do final do último capítulo. Eu mesmo já estou pesquisando mais sobre isso porque quero saber (sem ter que esperar a próxima temporada) sobre a continuação.



CONSIDERAÇÕES:

1) antes do sucesso da série (no Brasil), o livro de Jay Asher tinha como capa exatamente o formato de uma fita cassete (quem tem a minha idade certamente já teve uma coleção delas) com o número 13 representando os 13 motivos de Hannah Baker e as fitas onde ela fez suas gravações;

2) qual é o motivo para um livro custar R$ 51,00 (cinquenta e um reais)? É o conteúdo, a quantidade de páginas, o tipo do papel, a diagramação ou simplesmente a oportunidade de se "ganhar" dinheiro em cima do interesse das pessoas? Gente, de verdade, adoro livros, sou totalmente favorável que as pessoas adquiram cada vez mais o hábito pela leitura, apoio a venda dos exemplares, mas realmente isso chega ser um assalto!

O meu ponto de vista está errado? Talvez, mas é bem curioso que o livro já esteja sendo vendido com a nova capa - a da série - exatamente por este preço exorbitante.

Quanto custava esse mesmo livro - com a capa original - cerca de 3 ou 4 meses atrás? Ou melhor, quanto custava esse livro antes da notícia da série (primeira temporada) ser lançada no Brasil?

Isso realmente é frustrante e decepcionante, pois nos dias atuais, com tanto desemprego, tanta falcatrua, tanta sacanagem política, quem é que tem coragem de pagar esse valor em um livro?

Eu não pago!
Para comprar esse livro, somente quando o valor voltar a ser justo (no mínimo).

Pensem nisso, Editoras e Livrarias!



Hannah Baker era uma jovem de 17 anos, bonita, inteligente, esperta e a filha única dos Baker's. Por fora, uma menina pura, ingênua e que desejava fazer amigos e se tornar popular. Por dentro, tornou-se uma jovem retraída, solitária, perdida e sem perspectiva de vida ao ver sua moral e sua reputação ser rechaçada por outros jovens de sua idade sem o menor senso de responsabilidade, caráter, pudor, respeito ou qualquer outra coisa que já deveriam ter há muito tempo, principalmente porque não eram jovens sem instrução e porque a escola onde estudavam não era um lixão onde só aprendessem violência e vandalismo. Ou será que eram?

Estamos falando de um colégio americano e não de um colégio público na periferia do Brasil. Imagina-se que pela classe social, lá, deveria ser um lugar melhor... só que não, porque essa mesma falta de responsabilidade, caráter, pudor, respeito ou qualquer outra coisa independe de classe social, localização geográfica ou conta bancária. Polêmico, não?

APRESENTAÇÃO DOS PERSONAGENS PRINCIPAIS:

Núcleo Escolar

1) Justin Foley
2) Jessica Davis
3) Bryce Walker
4) Alex Standall
5) Zack Dempsey
6) Tyler Down
7) Tony Padilla
8) Clay Jensen
9) Kevin Portier
10) Montgomery de La Cruz
11) Marcus Cole
12) Shery Holland
13) Courtney Crimsen
14) Ryan Shaver
15) Brad

Clay, jovem de 17 anos, filho único, o pai é professor e a mãe é advogada. Ele é um jovem tímido e sem popularidade. Passa a ser notado quando os demais jovens descobrem que ele é o atual detentor das fitas de gravadas por Hannah, que passa a ser "temido" pelo que possa fazer ao descobrir o conteúdo das fitas e também perseguido pelos principais citados nas fitas.

Hannah conta como foi seu primeiro beijo com Justin e como sua reputação foi manchada quando o garoto espalhou para os amigos que havia transado com Hannah enquanto Bryce Walker espalhava pelo colégio uma foto comprometedora de Hannah. 

Conta sobre a amizade que fez com Jessica Davis e Alex Standall e como eles se afastaram dela quando começaram a namorar. Conta inclusive como Jessica culpou Hannah quando o namoro terminou e em seguida, como novamente foi exposta ao ter seu nome em uma lista que circulou pelo colégio criada por Alex.

Hannah se aproxima de Courtney (lésbica, mas que até então ninguém sabia) e ambas tem a "amizade" exposta novamente pela lente indiscreta de Tyler Down, um garoto estranho que vive com uma câmera fotográfica nas mãos e que persegue Hannah como um paparazzi. Hannah acaba sendo hostilizada novamente no colégio e também por Courtney, que para preservar sua identidade, não tem nenhuma consideração pela garota e espalha boatos mentirosos.

Marcus Cole, um babaca também, que humilha Hannah diante dos amigos em um encontro. Ele é membro do conselho estudantil e tenta passar uma imagem incorruptível, honesta e prestativa, mas não passa de um imbecil (assim como os demais). Zach até tenta se aproximar de Hannah e expõe seus sentimentos para a garota, mas dados os últimos acontecimentos, ela o rejeita e ele, por vingança, age tal qual seus amigos. Aliás, Zach era um bom garoto, mas se escondia atrás de uma máscara para que todos os garotos populares pensassem que ele era tal qual como eles, quando na realidade, não era. 

Ryan Shaver rouba um dos poemas de Hannah e publica em uma revista não oficial do colégio. Quando o poema é divulgado (sem o conhecimento  e aprovação de Hannah), todos percebem que tanto a letra do poema quanto o conteúdo pertencem a ela e novamente a garota é humilhada perante todos.

Hannah se vê envolvida em uma sucessão de fatos que vão deixando-a cada vez mais transtornada, pois presencia o estupro de uma das garotas que a humilhou, sente-se culpada por uma infração cometida por outra garota e que a omissão da mesma provoca um acidente levando a morte um inocente e sem contar que ela mesma acaba sendo vitima de outra agressão e que a única pessoa para quem ela correu pedindo ajuda, virou-lhe as costas.

Talvez se Hannah tivesse pedido ajuda a outras pessoas nada disso teria acontecido. A pergunta que me faço é: Hannah tinha razão em tirar a própria vida destruindo assim a vida de seus pais, que agora movem um processo contra o colégio? Isso foi um ato de desespero ou covardia? Um ato de coragem ou um momento de insanidade movido pelo descontrole emocional? Será que Hannah foi exagerada, dramática e só queria chamar a atenção para si mesma? Não sei... ainda não consegui digerir tudo isso e formar uma opinião sólida, mas sei que estou muito mexida com tudo isso e pensando muitas outras coisas. Muitas outras coisas inclusive relacionadas a mim mesma! Tenho certeza que cada um de nós nos sentimos "meio Hannah" quando comparamos as coisas vividas por ela e alguns fatos da nossa vida.

Por que estou dizendo isso?
Bem, certamente cada um de nós já sofreu ou ainda sogre algum tipo de bulling ou preconceito. Ninguém nunca fez uma piada sem graça sobre seu corpo, seu cabelo, sua pele, sua altura, sua cor? Ninguém nunca julgou sua capacidade pelos mesmos motivos? Ninguém nunca inventou uma mentira a seu respeito para se dar bem ou para se fazer engraçado? Ninguém nunca inventou uma mentira a seu respeito para se dar bem na vida e/ou simplesmente te prejudicar de alguma forma?

O ambiente de Hannah se passa em um colégio. A violência de certa forma acaba sendo caracterizada por algo que seja muito comum. Algumas pessoas poderão dizer "eu já sofri bulling e não me matei", mas eu acho que isso vai de cada indivíduo e do quanto cada um de nós aguenta ou aguentou. Do quanto absorvemos e do quanto deixamos que tais fatos do dia a dia interfiram em nossa vida direta ou indiretamente!

Tudo aquilo que alguém usa contra você e que te incomoda de alguma forma é um tipo de agressão, por isso, temos que medir nossas palavras, nossas atitudes, parar de pensar que somos melhores, que a capacidade das pessoas está em sua forma física, sua cor, seu modo de falar, de vestir ou de andar. Não pense que o bulling está relacionado apenas aos ambientes escolares não. O termo remete a jovens, remete a escola, remete a "crianças", quando na verdade está relacionado ao dia a dia de cada um. Pense no que você fala sobre seu colega de trabalho ou no que falam a seu respeito, Julgar os outros é muito fácil!

Cuidado, a imagem que você vê em seu espelho pode estar um pouco distorcida. Não necessariamente você é o agredido. Em alguns casos você pode ser o agressor!

Quando Hannah revela em suas gravações os atos cometidos por cada um dos envolvidos, todos passam a temer e isso porque todos possuem telhados de vidro. Eles sabem o que fizeram e o que falaram, como agiram e agora estão todos com medo das consequências. Pensando em Hannah, no meu ponto de vista, teve um que foi o pior de todos, o mais odioso, embora cada um tenha sua parcela. Dos citados por Hannah, tirando Zach, os demais, ao meu ver, merecem suas punições. Com o processo que os pais de Hannah estão movendo, tudo isso virá a tona agora, resta saber como cada um vai agir e reagir desde já.

Clay foi o único que se envolveu verdadeiramente com a dor de Hannah, que defendeu e mesmo com todos os medos, com toda sua dor pessoal, ele não desistiu de querer que a justiça fosse feita. Com a ajuda e proteção (até onde deu) de Tony, Clay não se deixou vencer pelas armações contra ele. No final das contas, sua fraqueza virou forças sim e você vai entender a razão!


A SÉRIE: Assista agora mesmo no Netflix!
Particularmente eu gostaria muito que as pessoas que já viram a série ou já leram o livro postassem seus comentários sobre eles ou expressassem suas opiniões! Convite lançado!


ONDE COMPRAR O LIVRO (se você for como eu, aguarde o preço baixar! A melhor resposta do consumidor ao abuso de preço é deixar o produto no estoque)

Saraiva (livro impresso) - clique aqui - R$ 51,00 em 16/04/2017
OBS: Não tem o livro no formato digital na Saraiva)

Submarino (livro impresso) - clique aqui - R$ 40,80 em 16/04/2017
(capa original do livro)

Americanas (livro impresso) - clique aqui - R$ 40,80 em 16/04/2017
(capa original do livro)


OBS: Como mencionei acima, os valores para este livro estão realmente bem caros. Eu particularmente só vou comprar quando entrar em alguma promoção porque sinceramente, não estou encorajada a este preço elevado.

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!