7 de setembro de 2016

SÉRIE - NARCOS (Pablo Escobar e o Cartel de Medelin)




SOBRE A SÉRIE

Sobre esta série seria muito fácil relatar apenas meu ponto de vista, minhas impressões e sensações sobre tudo que vi nas duas temporadas, mas eu confesso que não conseguo ser tão objetiva assim. A série tem pontos altíssimos em que o expectador torce ora por Pablo e ora por seus captores da lei, mas a grande verdade é que Pablo fez muitos inimigos também, não só entre os homens da lei, mas também entre "os homens maus".


Cada temporada é composta por 10 capítulos com cerca de 50 minutos cada. A primeira temporada de Narcos foi disponibilizada na plataforma Netflix em 2015 e a segunda temporada foi disponibilizada no último dia 2 de setembro de 2016. Tudo indica que haverá mais uma temporada (informação extra-oficial porque nada foi revelado ainda), mas a história de Pablo termina exatamente na segunda temporada. 

QUEM FOI PABLO ESCOBAR?

Pablo Emílio Escobar Gaviria nasceu em Rionegro, Colômbia, sendo o terceiro de sete filhos de Abel de Jesús Escobar Echeverri, um fazendeiro, e de Hermilda de los Dolores Gaviria Berrío, uma professora de escola primária. Como um adolescente nas ruas de Medellín, ele começou sua carreira criminosa por supostamente roubar lápides para revendê-las a traficantes (o que é negado por um dos irmãos de Pablo). 


Em março de 1976, aos 27 anos de idade, casou-se com Maria Escobar Victoria (Tata), que tinha 15 anos. Juntos, eles tiveram dois filhos: Juan Pablo (agora Juan Sebastián Marroquín Santos que escreveu um livro sobre o pai e que será minha próxima leitura) e Manuela. Escobar criou e viveu em uma luxuosa propriedade chamada Hacienda Nápoles e tinha planejado construir uma fortaleza em estilo grego perto dela. A construção da cidadela foi iniciada, mas nunca terminou. 



A fazenda, o jardim zoológico e a cidadela foram expropriados pelo governo colombiano e entregues a famílias de baixa renda na década de 1990, sob uma lei chamada "extinção de domínio". A propriedade foi transformada em um parque temático rodeado por quatro hotéis de luxo com vista para o jardim zoológico. Essas informações podem ser confirmadas em diversos sites de pesquisa sobre o tema. Essa imagem da Hacienda Napoles foi o primeiro imóvel que Escobar teve que "abandonar" quando a polícia colombiana, o DEA e a CIA estavam a um passo de capturá-lo. Bem, eu disse a um passo, pois Pablo sempre estava adiante deles, afinal, ele possuía informantes em todos os cantos.


Nota: Durante a série não é mencionado que Pablo tenha tido irmãos nem nada sobre a vida particular de seus pais. Quando a história começa, Pablo já é casado com Tata (que está grávida do segundo filho do casal), já vive com Gustavo Gaviria (seu primo na série), sua mãe Hermilda e alguns de seus sicários (sim, sicários é o nome que os "funcionários" de Pablo recebem) e seu filho. Pablo morreu em 02 de dezembro de 1993 (um dia depois do seu 44º aniversário) em meio a mais uma tentativa de fuga da "Equipe de Buscas".

O CARTEL DE MEDELLIN


O Cartel de Medellín foi uma rede de traficantes de drogas muito bem organizada, originária da cidade de Medellín, na Colômbia. O cartel de drogas operou na Colômbia, Bolívia, Peru, Honduras, Estados Unidos, bem como no Canadá e na Europa durante a década de 1970 e a década de 1980.

O Cartel de Medellín foi fundado e dirigido pelo irmãos Ochoa Vázquez: Jorge Luis, Juan David, e Fabio, juntamente com Pablo Escobar. Era responsável pela maior parte das exportações de drogas para o México, Porto Rico e República Dominicana. Outras figuras notáveis envolvidas ou conectadas ao cartel incluem Carlos Lehder e George Jung. Havia um conflito permanente com o Cartel de Cali.

O cartel perdeu muito de sua força e influência após a captura e morte de muitos de seus líderes, o que o levou a desaparecer enquanto entidade unificada, mas muitos de seus associados sobreviventes e antigos membros ainda continuam ativos no mundo das drogas.


A série é insiprada em fatos reais e algumas cenas, personagens, incidentes, locais e eventos são fictícios.


E para aquecer as turbinas... vamos de tema de abertura de Narcos

1ª Temporada

Quem narra a história é o agente Steve Murphy. É ele quem dá certos detalhes que não são esmiuçados e detalhados na adaptação e também algumas explicações. O agente Steve Murphy chega na Colômbia, com sua esposa Connie (uma socorrista), para atuar como agente do DEA junto ao agente Javier Peña na luta contra as drogas. 



Colombia - Bogotá

Pablo Escobar era um traficante de cigarros, álcool, maconha e nesta época ele já subornava metade da polícia de Medellin. Jovem, inteligente, astuto e muito ambicioso, Pablo viu a oportunidade de enriquecer de forma muito mais rápida e garantida quando conheceu o químico chileno Matteo Moreno, vulgo "Cucaracha" (Barata em português) e seu produto mágico, a cocaína. A cocaína passou a ser fabricada em "grande escala" no que eles chamavam de "laboratórios" que ficavam no meio das matas e transportadas para Miami - Estados Unidos. Em pouco tempo Pablo tornou-se o maior "fornecedor" de drogas no território norte americano (entre outros países) e um dos mais ricos também.

Havia muito dinheiro em um país muito pequeno e tanto dinheiro atrairia a atenção de alguém, então, eis que surge o M-19, um grupo de comunistas guerrilheiros de olho na grana de alguém. Pablo, os Ochoa e de Gacha eram os três nomes listados para os mais ricos do mundo. A ideia era sequestrar alguém da família de um deles em troca de dinheiro, então, como Pablo era tido como um benfeitor e Gacha um temerário, a vítima se tornou a irmã dos Oschoa. Pablo usou o sequestro de Marta Ochoa para reunir seus pares e formar o "Cartel de Medellin". Começaria aí o pesadelo do M-19 e a libertação de Marta sem nenhum arranhão! Pablo prometeu morte aos sequestradores e mais uma vez cumpriu sua palavra. 

Em termos de família Pablo era um homem zeloso. Um bom filho, apaixonado por sua esposa Tata (embora mantivesse a jornalista Valéria Vélez como informante e amante) e bom pai. Uma de suas artimanhas, claro, afinal ninguém é tão generoso assim, foi a de "dar" o que tinha aos pobres. Sim, Pablo foi eleito o "Hobbin Wood Paisa" da Colômbia, distribuindo dinheiro entre a população carente de Medellin, deu casas a várias pessoas pobres e até centros de recreações. Pablo estava disposto a mais e sua ambição era se tornar o "Presidente da Colômbia". Para a população colombiana Pablo não era um traficante de drogas, mas sim, um vencedor. É através de Valéria Vélez que Pablo conhece Fernando Duque, advogado e lobista de um partido que alegava defender o povo e que cresceu os olhos na fortuna de Pablo. Até aqui eu acredito que ele tenha sido de certa forma inocente, pois era realmente sua intenção ganhar cada vez mais credibilidade entre a população e lógico, governar em benefício próprio, então, ele viu neste partido e em Fernando Duque a sua chance de atingir seus objetivos.

Pablo jamais seria aceito na política. Podemos dizer que ele ganhou, mas não levou. Durante uma sessão do parlamento colombiano as atividades ilícitas de Pablo foram desmascarada pelo ministro da justiça Rodrigo Lara Bonilla e Pablo acabou "perdendo" seu cargo de congressista e a guerra de Pablo contra o governo colombiano foi oficialmente declarada. Rodrigo Lara foi assassinado em uma emboscada e Pablo foi indiciado pelo crime. Outra reação do governo colombiano foi algo totalmente temido pelos traficantes: A Colômbia havia concordado com a extradição, ou seja, qualquer colombiano que entrasse com drogas na América do Norte seria processado e preso nos Estados Unidos.

Pablo era um homem arrogante e de certa forma egocêntrico. Tudo tinha que caminhar conforme a sua vontade. Caso não procedesse desta forma, então, ele agia com violência e assassinatos como punição. Mandou incendiar a corte colombiana, mandou matar o candidato a presidente Luis Carlos Gallan, tentou matar seu sucessor Cesar Gaviria, sequestrou a filha de um político importante e tudo como forma de represália ao governo para que a extradição fosse abortada. Sem sucesso. A extradição estava ocorrendo, então, juízes estavam sendo mortos como punição.

O Coronel Carrillo foi designado para comandar a "Equipe de Busca", uma equipe especial para a captura dos narcotraficantes e em específico, a captura de Pablo, vivo ou morto. O desespero de Pablo, dos Ochoa e de Gacha era quase imperceptível, mas todos estavam se armando a seus modos para se defenderem. Pablo ainda tentou corromper Carrillo, mas seu plano não deu certo, pois Carrillo era um homem de princípios. Honesto e decidido a acabar com Pablo.

O Cartel de Medellin já não era mais o mesmo e enquanto isso, o Cartel de Calli, com Pacho Herrera no comando, vinha ganhando território e ambos tornaram-se rivais.

Gacha não conseguiu se livrar do cerco e da ira do Coronel Carrillo. Os Ochoa armaram um plano para se safarem e usaram a própria irmã para entregar Gustavo Gaviria para o Coronel Carrillo enquanto Pablo construía sua própria prisão. "La Catedral". Uma prisão cheia de luxos e de onde ele continuaria operando suas ações. Enquanto estivesse "preso", Moncada e Galeano ficariam responsáveis por supervisionar as operações (o tráfico) bem como as negociações com Pacho Herrera (mas como Pablo não era burro, ele criou um imposto para os "parceiros". Aliás, com Moncada e Galeano supervisionando o tráfico, algumas coisas acabaram vindo a tona, dentre eles os "excessos" cometidos por Pablo dentro da cadeia e o "desaparecimento" da dupla, que ocasionou um novo desentendimento entre governo e os narcos, já que Pablo não estava "cumprindo" com sua parte no acordo. Não que enquanto ele estivesse "preso" as tentativas de captura houvessem cessado, mas diante destes novos fatos, era preciso agir, mas o governo subestimou demais a inteligência de Pablo e uma nova guerra começou...


2ª Temporada

Um verdadeiro exército na cola de Pablo Escobar. Era impossível que ele conseguisse escapar...mas eu estaria de sacanagem se dissesse que Pablo foi capturado logo agora... É, Pablo Escobar escapou! Ileso!

A primeira atitude de Pablo foi a de mudar todos os laboratórios, escritórios, depósitos e esconderijos de lugares. Com a tomada de "La Catedral" pela polícia, ele sabia que muitos mapas e documentos seriam encontrados, levando-os facilmente até suas propriedades.

Uma grande inimiga que Pablo havia conquistado era Judy Moncada, esposa do sócio morto por Pablo. Ela queria se vingar de Pablo e para sua paz pessoal, somente a morte de Pablo seria sua rendição. Judy se aliou aos membros do Cartel de Calli, também aos irmãos Castaño (Fidel e Carlos), extremistas de direita além de informantes da polícia para destruir Pablo. Apenas para constar, como no passado Pablo havia se juntado aos comunistas para interesses próprios, estes extremistas de direita, que tiveram o pai assassinado pelos comunistas haviam transferido a Pablo a conta, então, para eles, vingar a morte do pai com a morte de Pablo era o que importava, não importando que inocentes fossem usados como iscas.

Dentre as quadrilhas do tráfico de drogas, com o "retorno" de Pablo, era chegada a hora de se decidirem de que lado ficariam. Uma das quadrilhas era a de Galeon, que ficou famosa por assassinar o jogador de futebol Andrés Escobar porque este marcou acidentalmente um gol contra a Colômbia da copa de 1994. Naquelas décadas entre 80 e 90 muitos times de futebol colombianos pertenciam a narcotraficantes, dentre eles Gacha e Pablo, Oras, nada mais justo do que investirem dinheiro nos esportistas...rs

Enquanto isso o governo havia espalhado policiais por todos os cantos, então a mobilidade de Pablo ficou limitada, mas o governo sempre esquecia que Pablo continuava um passo a frente deles e logo ele achou um jeito de driblar os bloqueios policiais. Um sicário recrutado foi o único a permanecer (vivo) ao lado de Pablo até o final. Talvez este tenha sido o mais leal desde que Pablo cruzou seu caminho. Até mesmo quando para salvar a vida de uma amiga ele entregou o Coronel Carrillo de bandeja para Pablo.

Pablo conquistou uma legião de inimigos, tanto homens da lei quanto homens maus e com isso surgiu um novo grupo de extermínio a Pablo. Os Pepes, que derramaria sangue por todos os cantos em busca de Pablo. As fugas passaram a ser constantes, sua família passou a ficar vulnerável aos ataques e o cerco estava cada vez mais se fechando. Muito dinheiro foi perdido, assim como credibilidade também!

Não se podia confiar em ninguém, pois os mesmos que hoje eram aliados, amanhã mudaria de lado sem o menor constrangimento. Pessoas com interesses próprios, com interesses em comum e até com interesses contrários. Pablo estava com os dias contados, mas quantos dias? Enquanto isso ele continuaria cobrando suas dívidas e o Cartel de Calli ganhando forças.

Tata sabia de tudo que o marido fazia e não o questionava. Não o culpava e nem pedia para que parasse com todas as atrocidades. Ela sabia que se Pablo se entregasse que ele seria um homem morto. A mãe de Pablo também sabia, mas ela era mãe e para as mães, os filhos nunca são ruins ou errados. Como Pablo era bom em casa com seus familiares, então nada do que acontecia no mundo exterior tinha importância. Nada até chegar o ponto do próprio Pablo perceber que a única solução para proteger sua família era levá-los para fora da Colômbia, o que acabou não dando certo e tanto seus filhos, quanto sua mãe e sua esposa acabaram sendo abrigados e protegidos pelo próprio governo colombiano. Agindo assim o governo sabia que mais dia ou menos dia Pablo entraria em contato com Tata e eles conseguiriam capturá-lo.

E chega... a captura de Pablo agora é questão de "horas" para ele e minutos para nós... o último capítulo da série. Barbudo, cabeludo, gordo e cansado... e pensando nos últimos conselhos da esposa, mas Pablo está decido que nunca se entregará.  Nesse ponto a gente chega quase a torcer para que ele consiga escapar, mas uma coisa é certa, Pablo será morto e não há como não se comover com a cena da esposa ao saber de sua morte e da declaração da mãe de Pablo.

A nós, nos resta esperar que saia a terceira temporada, afinal, o desenrolar dos fatos com Javier Peña nos leva a crer que haverá a continuação! Netflix por favor, não demore demais... :-)

NOTA 10 para esta série!

Esta foto faz parte do acervo verídico da morte de Pablo Escobar e a cena na série foi reproduzida exatamente como ela foi tirada.

02 de Dezembro de 1993

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!