21 de abril de 2016

SÉRIE - CROSSFIRE - SOMENTE SUA - #04 - SYLVIA DAY



SÉRIE - CROSSFIRE - SOMENTE SUA - LIVRO 04 - SYLVIA DAY


Gideon me chama de anjo, mas ele é o milagre em minha vida. Meu lindo, guerreiro ferido, tão determinado a matar meus demônios enquanto se recusa a enfrentar os seus próprios.


Os votos que tinhamos trocado deveriam ter nos ligado de forma mais apertada do que sangue e carne. Em vez disso,abriu velhas feridas, expondo dor e inseguranças, e isso atraiu amargos inimigos para fora das sombras. sinto ele escorregar da minha mão, meus maiores medos se tornando a minha realidade, meu amor testado de maneiras que eu não tinha certeza de que era forte o suficiente para suportar.

Em um tempo brilhante em nossas vidas, a escuridão de seu passado invadiu e ameaçou tudo o que tinhamos trabalhado tão duramente para esquecer. Nós enfrentamos uma escolha terrível: a segurança familiar das vidas que tivemos antes de termos um ao outro ou a luta por um futuro que, de repente parecia um sonho impossível e sem esperança...


NOTA SOBRE O LIVRO:

Bem, neste quarto livro temos realmente a visão de Gideon, assim como a de Eva sobre os fatos, mas as narrativas contadas na versão dele me passaram a impressão de que Gideon perdeu muito daquela sua personalidade magistral. É incrível a paixão e o desejo que ele tem pela Eva, o quanto ele se rende, se entrega de bandeja para essa sortuda de uma figa. Confesso que já fui mais fã da Eva, mas o terceiro e o quarto livro me fizeram ter momentos de insatisfação com ela.

Como assim?
Bem, então alguém me explica que raio de dúvida foi aquela que Eva teve sobre Brett Kline? Que diabos ela tinha que ter ido até San Diego para se encontrar com aquele imbecil? Bom, bem feito pra ela que teve a prova diante de seus olhos que o único homem que a ama verdadeiramente é Gideon.

Muito se falou em traições, mas não é bem por ai. Não houve traições, não entre Eva e Gideon, mas surpreendente foi descobrir que uma das trepadas de Corine foi exatamente com Brett e o cafajeste se fazendo de apaixonado e querendo "conquistar" Eva a todo custo com aquele papo furado de "me dê mais uma chance por tudo que a gente viveu". Sim, isto é um spoiler, mas eu não consegui segurar a minha bronca.

Falando em bronca, outro personagem que me irrita profundamente é Cary. Sim, no primeiro livro eu até que engoli ele, mas depois das futilidades dele definitivamente vi que ele tem muito mais do que um simples trauma infantil. Em primeiro lugar pra mim ele não passa de um oportunista. Não digo no mau sentido ou que ele seja inescrupuloso, mas ele é oportunista sim. Não tem uma carreira de sucesso, é sexualmente perturbado porque não consegue assumir que é bissexual (e não consigo ver onde ele encontre problema nisso, muito embora eu deteste a Tatiana), vive na aba e na sombra de Eva se dando bem com o fato da mãe e do padrasto gostarem dele e bancá-lo em um apartamento de luxo junto com Eva e sem contar que ele vive alfinetando Cross. Nunca o vi defendendo Gideon de nada, ao contrário, sempre apontando as perturbações do outro. Sem contar que ele é um puta de um sacana com o Trey, que o ama de verdade enquanto fica de putaria com a safada da Tatiana. O ponto alto da minha raiva com ele se deram em dois momentos:

1) quando ele soube que a banda a qual Eva iria ao show com Gideon era a banda de Brett Kline;
2) Quando ele promoveu aquela orgia no apartamento de Eva com mais 3 pessoas e que não se deu ao trabalho de defender Eva de um de seus biscateiros.

Nossa... eu estou realmente irritada fazendo esses comentário....kkkkkkkkk

Sobre Gideon: No meu ponto de vista ele perdeu um pouco realmente daquele ar glacial e daquela figura intransponível. Ver a interação dele com seu advogado me fez sentir que a autora tentou colocá-lo como uma pessoa sociável, de amizade fácil e de carisma desconhecido. Pra mim não combinou muito bem. Se essa interação tivesse acontecido com o motorista Angus eu teria levado mais a sério, mas não com um personagem que nunca tinha aparecido antes. Gideon não é um homem de riso fácil, Gideon é um homem fechado, um homem que somente Eva tem acesso e esse sempre foi o seu charme, a sua marca registrada.

Fora isso, ele não perdeu sua percepção das coisas, não perdeu seu domínio e seu controle e muito menos sua capacidade de agir por conta própria. O assassinato de Nathan foi "descoberto" por ele, o envolvimento de Corine com Brett também e em nenhum momento ele jogou o peso destas informações sobre Eva, que a todo tempo reclama que ele não divide as coisas com ela. Até concordo que eles poderiam evitar algumas saias justas se conversassem mais, mas eu duvido que Eva agiria de forma madura. Ela nunca consegue ser madura diante da primeira informação. Tanto é verdade que precisou pagar pra ver mais uma vez e dar ouvidos para Brett até ver com seus próprios olhos que ele nunca a amou de verdade, que tudo o que ele queria era usá-la para atingir seu objetivo profissional e principalmente, afrontar Gideon.

Na reta final do quarto livro a gente tem a percepção de que o livro final, que será o próximo, as coisas poderão se ajustar entre eles e que finalmente o final feliz acontecerá, mas quando se trata de Sylvia Day tudo é possível... ou... impossível de acreditar.

Gostaria de saber que Corine, Brett e Christopher Vidal seguiram seus caminhos e deixaram o casal em paz, que Cary tenha amadurecido e que se livre da Tatiana para ficar com Trey, que Victor, o pai de Eva se refaça na vida e que definitivamente o peso do abuso que Gideon carrega nos ombros se torne passado.


ONDE COMPRAR O LIVRO:

Estou indicando o kit onde os 4 livros já publicados estão sendo vendidos, pois o custo realmente é muito melhor do que comprá-lo separadamente. Clique sobre o nome do site indicado para a consulta e você será direcionado para o produto anunciado.

Saraiva (aqui só está vendendo avulso)







Ordem Cronológica

1) Toda sua 
2) Profundamente sua 
3) Para sempre sua 
4) Somente sua
5) Todo seu (já a venda)



Saraiva (impresso) => clique aqui (R$ 22,90 em 27/03/2016)
Saraiva (digital) => clique aqui (R$ 23,90 
em 27/03/2016)

Submarino (impresso) => clique aqui (R$ 28,27 
em 27/03/2016)

Americanas (impresso) => clique aqui (R$ 28,27 
em 27/03/2016)



0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!