8 de junho de 2015

LIVRO - IRRESISTÍVEL - SYLVIA DAY



IRRESISTÍVEL - SYLVIA DAY

Há sete anos, na véspera de seu casamento, a recatada Jessica Sheffield presenciou uma cena de libertinagem que nenhuma jovem inocente poderia imaginar. Escandalizada, mas estranhamente excitada, ela guardou silêncio com respeito ao escandaloso Alistair Caulfield, e andou para o altar da igreja como esperavam. Mas durante anos de um casamento sereno e tedioso, a imagem de Caulfield ardeu em sua imaginação, alimentando seus sonhos mais ilícitos… Alistair fugiu para longe da tentação da recatada debutante com o fogo da paixão gravado em seus olhos…. até o Caribe. Agora um comerciante rico, ele pouco tem em comum com o jovem libertino que ela conheceu. Mas quando Jessica, recém enviuvada, sobe a bordo de seu barco para cruzar o oceano, somente algumas peças de seda controlam sete anos de prazeres reprimidos… e a certeza de que sucumbir consumirá a ambos…


NOTA SOBRE O LIVRO:

Este foi o primeiro livro da Sylvia Day que eu li depois da série Crossfire. Assim como muitos leitores, possuo uma relação de amor e ódio com a autora. Amor quando finalmene ela lança o livro seguinte da série e ódio pela demora e pela enrolação.

Irresistível é um dos tantos livros de época da a utora, mas confesso que no meu ponto de vista a sinopse promete mais sensualidade do que a história em si. Embora hajam cenas de sexo na trama, nada é como Crossfire.

Jessica Sheffield era uma mulher recatada diante de seu casamento arranjado com o Visconde de Tarley, Benedict Reginald Sinclair, homem de grandes posses e porte dominador que encontrou em Jessica o necessário: moça de família, educada, culta e principalmente, virgem. Por sorte Jessica contava com a presença da jovial e engraçada irmã Hester, que estava há alguns anos ainda de se casar. Ambas viveram uma infância rodeada pela violência paterna, que tinha o objetivo de criar mulheres perfeitas para o casamento arranjado.


Na véspera de seu casamento, Jessica presenciou Alistair, que na época era considerado depravado e envolver-se com todo o tipo de mulher, transando com uma mulher, que era casada. Tentando esquecer-se da cena que assombrava seus desejos, Jessica casou-se, mas continuou sendo atormentada por aquele homem. Com a morte de Sinclair sete anos depois, Jessica se vê na necessidade de assumir as rédeas de sua vida e dos negócios do marido. Para isso precisou fazer uma viagem e quem teria que acompanhá-la era Alistair. Nada mais justo, certo?


Nesta viagem eles se envolveram em uma deliciosa e erótica relação, onde ambos revelaram-se, contando seus temores, segredos e vergonhas, e logo o amor mostrou sua face, quando os pecados foram perdoados e a paixão começou a aflorar no coração dos dois. Com um casamento nos planos, voltando para Londres, Jessica se viu diante da irmã doente e com um casamento infeliz. Problemas... problemas... problemas...

A trama gira em torno destas situações e em muitos momentos pensei em desistir. Quando teimava em ler mais, logo ficava cansada e enrolava a leitura. Algumas pessoas gostaram, outras não. Este não é um livro que algum dia eu pense em ler outra vez, mas teve pessoas que gostaram, então, é como digo: Gosto não se discute!


ONDE COMPRAR:








0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!