7 de maio de 2015

LIVRO - VAI SONHANDO! - MEGAN MAXWELL

VAI SONHANDO! - MEGAN MAXWELL



Vai Sonhando! - Rúben é um famoso jogador do Inter de Milão conhecido como “o touro espanhol”. Sua rotina se alterna entre os dias no campo de futebol e as noites ao lado de mulheres “tecnicamente perfeitas”. Até que ele se machuca gravemente durante uma partida e precisa ser operado. A volta aos campos é incerta. Seu tratamento e sua recuperação ficam nas mãos da fisioterapeuta Daniela, uma jovem que trocou Madri por Milão e que, ao contrário de seu paciente, está sempre com um sorriso no rosto. 

O temperamento de um e de outro logo se choca. Ela rebate o mau humor e o aparente desprezo de Rúben com um otimismo inabalável, mas aos poucos fica evidente que a tensão entre os dois esconde uma inesperada atração.

O convívio diário com o jogador transforma a vida de Daniela, que, pela primeira vez em muitos anos, questiona a regra que impôs a si mesma — nunca ficar mais de dois meses ao lado do mesmo homem — na tentativa de esconder um terrível segredo. Com medo de estar se apaixonando por um dos maiores conquistadores do futebol italiano, ela tentará fugir antes que seja tarde demais.

Vai sonhando! é uma história passional, ardente e muito emocionante, no mais puro estilo Megan Maxwell, a autora espanhola best-seller da literatura erótica e romântica.


NOTA SOBRE O LIVRO:


Antes de falar sobre o que eu achei do livro e do que exatamente se trata a história como sempre faço, quero dedicar esta leitura à minha amiga Glauci Guedes, que vem me surpreendendo com sua capacidade de interpretar suas leituras. Ela está se saindo uma excelente resenhista e logo devo perder meu posto para ela, de forma positiva, claro.



Sobre o livro, a Glauci diz: "Leitura concluída: Vai Sonhando! - Megan Maxwell - Quem me conhece sabe que não gosto dos livros dessa autora, mas após a indicação de uma amiga literária ( Rosângela Alves) me aventurei, e olha, não me arrependi. O livro é leve, engraçado, para a nossa alegria Viviane Santos, não tem termos vulgares o que me fez apreciar mais ainda a leitura. A protagonista é bem dinâmica, e não lembra em nada o mimimi de outras personagens da autora. Dou ★★★☆☆ (três estrelas) e fica aqui a pergunta: foi a Megan mesmo quem escreveu esse livro? Rsss. Li E Indico."

Confesso que estava com um pouco de "preguiça" de ler este livro, embora ele estivesse na minha lista enorme há alguns meses, pois estou um pouco "cansada" de histórias extremante eróticas, mas, a autora realmente me surpreendeu com o enredo do livro, com o envolvimento pelos personagens e a forma como ela desenrolou a trama. Nada cansativo e enfadonho. Ao ler o comentário da Glauci decidi que "Vai sonhando!" seria a próxima leitura. Já li muito romante erótico e adoro, mas para não enjoar e nem cair na mesmice, estou tentando mesclar bem os temas para evitar repetições.


Rubén iniciou a história sendo o típico cara que se achava o verdadeiro "fodão". Além de ser bonito e famoso, ele era o melhor atacante do time do Inter de Milão. O cara era arrogante e muito prepotente, e também, um verdadeiro colecionador de mulheres "tecnicamente perfeitas" (como ele mesmo dizia). As conhecidas popularmente como "Maria-Chuteira". O novo técnico, conhecido com o "Exterminador" chegou ao time, mas logo no primeiro jogo Rubén sob o comando de Norton, ele acabou se machucando em campo e teve que ser operado às pressas. Mesmo lesionado, ele não perdeu a pose e a arrogância até que caiu nas "garras" da fisioterapeuta Daniela. A moça não se deixou abalar pelo mau humor do jogador, que ao contrário dele, estava sempre sorrindo. Daniela foi escolhida pelo técnico Norton justamente porque este conhecia seu trabalho e sabia do seu potencial.


Rubén estava passando por um momento temporário e sua lesão tinha data para terminar, mas aquilo para ele era o fim do mundo, pois estava sempre de mau humor, sempre reclamando e se queixando, até que Daniela lhe mostrou que existiam situações muito piores do que a dele. Daniela não era dada a falar sobre sua vida particular e todas as vezes que Rubén tentava "entrar" em sua vida, ela tratava logo de dizer-lhe claramente que a vida dela não era da conta dele. Daniela não abaixava a cabeça para a arrogância de Rubén e isso, certamente, fez com que ele se interessasse por ela. Rubén recebeu alta do hospital, mas deveria continuar com as sessões de fisioterapia administradas por Daniela. Jandro era o parceiro de Rubén, outro cara que se achava também o rei da cocada preta, mas que depois, ao londo do livro, até que vai se tornando menos chato. Fora a relação que Daniela tinha com Norton e que deixava Rubén intrigado e curioso, e que não demorou muito para ser revelado, ela ainda tinha um "segredo" e esta situação fazia com que ela definisse prazos para seus relacionamentos.


Os dias foram passando e Rubén foi melhorando da perna, mas mas a paciência não fazia parte do seu vocabulário e tudo tirava o seu humor. Coitados dos que estavam por perto, com exceção de Daniela, que sempre tinha uma resposta divertida para desconcertá-lo, além de manter sempre um sorriso no rosto. Isso deixava o jogador intrigado e agindo como um cretino perfeito. Além disso, ele adorava quando ela ironizava dizendo "Vai sonhando!". Era como se isso soasse como um desafio para ele, mesmo que ele ainda não tivesse se dado conta do que estava sentindo pela moça.


"o jogador se deu conta de que, nos dias que ela não estava esperando por ele na sala de reabilitação, ficava ainda mais irritado."




O tempo estava sendo um pouco inimigo de Rubén já que ele queria a atenção exclusiva de Daniela para si próprio e ficava amargando no veneno quando a via com outros homens, ou até mesmo com seu técnico. Daniela nunca abaixava a cabeça para suas ironias e muito menos deixava de retrucar cada palavra dita por Rubén. Bem, de fato, a espanhola Daniela também tinha um pavio curto. Creio que esta marca registrada da autora seja algo relativo ao sangue espanhol mesmo. A atração e o desejo sexual de ambos já estava mais do que visível e Rubén começava a demonstrar frustração por ser "rejeitado" por Daniela, que por sua vez, tentava se convencer a todo instante que não, não e não e procurava focar apenas no trabalho e no seu cuidado com as crianças do abrigo que ela ajudava. Daniela era uma garota de bom coração e além disso, por ter um manequim 44, ela deduzia que não era o tipo "tecnicamente perfeita" que Rubén desejava, mas mal sabia ela que o jogador já estava caidinho por ela e que as "bellas" como ele chamava suas "amantes" já não surtiam o mesmo efeito sobre ele assim como ela.

Inegavelmente o livro é mesmo muito bom e eu fiquei presa a esta leitura e não consegui soltar até que a história chegasse ao fim. Toda aquela má impressão que eu tive no início da história quanto ao Rubén se desfez a partir do momento em que ele se rendeu ao desejo que sentia por Daniela. Parece que foi ligada uma chave reversa e que toda aquela arrogância e prepotência se transformou em carisma e doçura. O "segredo" de Daniela foi citado, embora Rubén não tenha ficado sabendo logo de cara. Pelo menos o leitor não fica com aquela sensação de raiva por não revelar logo do que se trata o "problema". Por trás da situação de Daniela, a autora mostra muito sutilmente que existem pessoas com problemas muito maiores do que os nossos muitas vezes e que, nunca devemos negar ajuda a quem precisa.



As cenas de amor e sexo entre Rubén e Daniela são gostosas de se ler. Realmente não há uso de palavras fortes e nem vulgares que são empregadas nos demais livros da mesma autora. Nesse livro a Megan Maxwell tratou o erotismo com muita delicadeza mesmo, bem diferente da ferveção que foi a trilogia Peça-me o que quiser e Surpreenda-me. O livro não é nada água com açúcar, mas também não é uma "putaria" como algumas pessoas até classificaram os demais livros da autora. Com certeza esta história entrou para a minha lista das excelentes leituras. Valeu muito a pena seguir a dica da minha amiga Glauci e entrar no universo de Rubén, o "touro espanhol".




Daniela adora o Elvis (e eu também) e esta é a música (it's now or never) que ela pensa em Rubén e também, diz que é esta música que a ajuda tomar decisões importantes... Ela não quer se Rubén saiba do seu problema, porque ela acha que se ele souber, ele vai passar a tratá-la com piedade e não com paixão.


'Não quero que ele me olhe assim, só quero que continue me olhando como até agora, você não entende?"




E na reta final você certamente se sentirá com aquela super curiosidade de saber como vai terminar o livro, mas também com aquele super aperto no coração por ter terminado... Daniela está para Rubén assim como o café está para o leite e a pipoca para o guaraná... a combinação é mais que perfeita! Se este livro faz parte da sua lista de próximas leituras, leia, pois eu tenho certeza que você vai gostar de mais assim como eu... Minha amiga deu ★★★☆☆, mas eu dou ★★★★★ porque gostei demais, demais, demais mesmo! O livro me prendeu muito e da metade pra frente, eu simplesmente amei!!!!

Para comprar o livro:

















2 comentários:

Glauci Freitas disse...

Ameeeeeeiiiii!!!!!!

Glauci Freitas disse...

Ameeeeeeiiiii!!!!!!

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!