13 de outubro de 2014

DUOLOGIA - O AMOR NÃO TEM LEIS - O JULGAMENTO FINAL - #02 - CAMILA MOREIRA



O AMOR NÃO TEM LEIS - O JULGAMENTO FINAL - CAMILA MOREIRA

O destino mais uma vez afasta Maria Clara de seu grande amor. Um trágico acontecimento obriga a jovem a abandonar Alexandre Ferraz no momento em que ele mais precisa dela. Sentindo-se culpada pelo acidente que pode ter tirado a vida de Diego, irmão de Alexandre, Maria Clara não vê outra alternativa a não ser fugir e buscar consolo nos braços de Derek Mayer, o ex-namorado. Desesperado, Ferraz não consegue entender como ela teve coragem de desaparecer. Com a tragédia que atingiu o irmão, ele descobrirá que o que sente por sua menina é mais forte do que imaginava. Em O amor não tem leis: O julgamento final, o dr. Alexandre Ferraz tem em mãos o caso mais difícil de sua vida: conquistar o amor de uma mulher determinada a não amar.


NOTA SOBRE O LIVRO:

É uma montanha russa de emoções. Não há como não torcer, rir, chorar, vibrar e amar. Ressaca. Sim, completamente de ressaca... O livro 01 é formidável, mas no 02 a Camila se superou. Superou toda e qualquer expectativa e agora eu estou aqui olhando em minha volta e me perguntando: “O que será de mim?” 

Antes que você continue lendo esta nota, quero avisar que ela contém Spoiler e explicar que é impossível falar sobre este livro sem revelá-los. Por isso, se você não gosta deles (o spoiler) então encerre sua leitura exatamente aqui e corra para ler o seu livro, que poderá ser comprado na SaraivaAmericanas ou Submarino. (Lembrando que você pode adquirir sua versão em ebook também nestas mesmas lojas ou na Amazon).

Quem já leu o livro “Inspiração” da autora Gisele Souza vai suspirar com o aparecimento do Dr. Bruno Petri e esta aparição foi sensacional. Uma forma de matarmos a saudade do nosso Doutor mais gostoso. Aquela frase inesquecível “Eu amo você, porra”, vai ficar pra sempre na memória! Quem não leu, bem, leia! Kkkkkkkkkk Simplesmente acho que essas homenagens que acontecem de um autor a outro é a prova mais sublime de que respeito, carinho, amizade e companheirismo faz parte do dia a dia e da carreira de cada autor. Essa troca de incentivo literário é simplesmente fascinante.

Como eu disse anteriormente, é muito difícil falar sobre esta história sem causar SPOILER, então, vamos lá: Na reta final do primeiro livro houve um suposto acidente. Bem, claro que no caso não foi bem um acidente e sim, um caso premeditado. Acontece que a vitima era Clara, mas Diego, sendo o homem que é, tentou salvar a vida de Clara. Ele conseguiu sim, mas acontece que ele se feriu durante o acontecido e foi hospitalizado. Ele ficou em coma por 5 meses e durante este tempo a vida, separada, de Alexandre e Clara não foi nada fácil.

Clara não soube lidar mais uma vez com o sentimento de culpa. Ela soube a todo tempo que ela era a vitima escolhida, mas ela se sentia culpada pelo que havia acontecido com Diego. Em sua cabeça pesava o fato de achar que Alexandre não a perdoaria pelo que havia provocado ao seu irmão, quando na verdade, ele estava destruído tanto pela saúde de Diego quanto pelo abandono de Clara. Alexandre soube que aquele acidente havia sido provocado, mas ele não sabia por quem.

O amadurecimento de Clara e Alexandre foi muito bem construído, mas Clara precisou se render ao acompanhamento psicológico com a Cristina. Sim, a Pernalonga, e também, a amiga Priscila que não deixou por menos e jogou duro com Clara, dizendo-lhe tudo o que ela precisava ouvir. Bem que dizem que amigo não é aquele que diz o que queremos ouvir, mas sim, aquele que diz o que é preciso. Parabéns Priscila! 

Alexandre está com o orgulho ferido e não é para menos. Ele não sabe qual é o segredo que Clara tem, mas ele tem consciência de que algo a incomoda muito sobre o seu passado, no entanto, para um Macho Alfa deste patamar é difícil passar por cima da rejeição que sentiu. As ameaças continuam e o engraçado é que ela sempre sabe onde e quando agir. A pessoa sabe de cada passo e toda vez que Alexandre e Clara se aproximam, uma armação consegue desestabilizá-los. Os dois estão sendo um pé no saco e os amigos atiram de todo lado para que ambos saiam do fundo desse poço. Até Dereck, o ex-namorado de Clara, vendo todo seu sofrimento e angústia aconselha Clara a ir atrás de sua felicidade. Chega a ser dolorido o sofrimento dele. Ele ama Clara de verdade, é uma paixão sincera e somente amores verdadeiros assim são capazes de fazer o que ele fez por ela. Bom, tiro meu chapéu para sua atitude, pois eu em seu lugar jamais faria o que ele fez. Orgulho ferido é algo que envenena!

Durante a leitura é impossível não rir de gargalhar com uma cena em que Clara apronta e Alexandre fica puto. Se você estiver lendo em local público como eu fiz, prepare-se, você será observado pelas pessoas a sua volta e todos ficarão curiosos! #Fato! No entanto, eu também duvido que você não vá se emocionar com uma carta que Clara vai ler. As revelações desta carta são muito fortes e a emoção aperta no peito mesmo.

(créditos desta imagem para Dri - Capista

Você vai se apaixonar tanto por esta história que nem vai sentir o tempo passar! Li cada um deles em apenas 2 dias e isso porque certamente você sentirá necessidades de dormir (risos) e fará como eu, que acordou 1 hora antes do horário para concluir a leitura do livro e ai sim se arrumar para ir trabalhar. As cenas de sexo são muito bem construídas e surgem no momento certo. O livro tem enredo, tem investigação, tem lutas internas dos personagens, tem a busca pelo sentido da vida, pelo amor real e há uma fidelidade incrível por parte dos personagens também. Eles se amam, se desejam e se completam.

A pessoa chantagista será descoberta, mas a pessoa que descobriu quem ele era arrasou na investigação. Agiu certinho, correu atrás das suspeitas e abocanhou a infeliz criatura. Alguém acima de suspeitas, mas que certamente você descobrirá quando ela (a pessoa) der uma brecha. Não há realmente um crime perfeito. Eu só queria que essa pessoa tivesse tido uma dose extra de veneno.... kkkkkkkkk. Sobre essa pessoa só posso adiantar que ela não estava agindo sozinha e que o motivo maior era o despeito. Pronto! Já contei demais!

E para finalizar, quero parabenizar a autora, pois tenho certeza que houve muita dedicação, muitos momentos de total reclusão, muitos momentos em que abdicou de sua própria vida para se dedicar a esta história fantástica. Quero agradecer, como leitora, a Editora TDL que deu o pontapé inicial e a Editora Suma das Letras que acreditou também neste potencial que se chama "Camila Moreira". Desejo muito sucesso a todos e que venha uma história fantástica sobre o Dereck Mayer, pois ele merece!!! 


(créditos desta imagem para Dri - Capista

E para concluir, dedico esta leitura à minha amiga leitora e escritora F. P. Rozante, que também prestou sua homenagem à Camila Moreira.



0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA PUBLICAÇÃO!